Como aplicar o Design Thinking

Como aplicar o Design Thinking

Design thinking é uma abordagem colaborativa e coletiva que busca a solução de problemas. Ela busca ter uma visão mais global do problema e, por isso é importante que a equipe seja multidisciplinar. Quanto mais visões diferentes sobre um mesmo tópico, melhor. O design thinking já existe há muitas décadas, mas o termo se tornou popular através de David Kelley, fundador da consultoria de design IDEO e professor da Universidade Stanford e Tim Brown, CEO e presidente da IDEO e autor do livro Change by Design.

Pode-se dizer que o design thinking tem uma visão mais empática para a solução de problemas. Ele coloca as pessoas no centro, entendendo suas necessidades e solucionando esses impasses. Ao mesmo tempo, a solução é pensada de forma financeiramente saudável e tecnicamente possível. Assim, chegar a um resultado que agrade a todos fica mais viável.

Quais são as etapas?

O processo pode ser dividido em 4 momentos. É importante deixar claro que o design thinking não é um método linear. Ou seja, é possível ir e voltar a cada momento cada vez que for necessário.

1.Imersão

Como o próprio nome diz, esse é um momento de imersão no problema a ser solucionado. Nesta etapa, a equipe irá fazer análise de mercado, entrevistas com consumidores, entender os pontos fortes e fracos do produto e da empresa. Ou seja, explorar ao máximo o contexto do problema, para entender em que universo está inserido. Quanto mais informações encontrar nesse momento, melhor.

2.Análise e síntese

Aqui, a equipe irá analisar as informações coletadas. O objetivo é encontrar padrões que se repetem, erros que podem ser corrigidos, obstáculos que dificultam o processo. Também pode-se buscar o contrário, ou seja, em situações que foram bem sucedidas, qual foi o procedimento aplicado?

3.Ideação

Esse é o momento de criar. Buscar novas ideias e tentar novas soluções a partir de necessidades reais. Sessões de brainstorm são bem vindas e muito úteis.

4.Prototipagem

Esta etapa talvez seja a mais importante de todo o processo. Muitas vezes, a ideia fica tanto tempo no campo mental que, se não dá certo na prática, é difícil desapegar e começar de novo. O design thinking propõe que as ideias sejam testadas o mais rápido possível, com o menor investimento necessário. Ou seja, lançar um MVP (minimum viable product) para testar o produto, entender os erros e acertos e, se for necessário, começar do zero de novo o quanto antes.

Apesar do nome, design thinking não deve ser usado apenas por designers, mas sim por qualquer profissional que busque uma solução inovadora e criativa. Através da empatia e fazendo as perguntas certas, é possível chegar mais rápido em um resultado que seja satisfatório. A grande lição é não ter medo de testar novas ideias e aprender com os seus erros.O caminho é tão importante quanto o resultado final!



O que fazemos?

Criamos identidade visual, papelaria, template para o instagram, site, apresentação de vendas, etc.